Continuam desembarcando imigrantes ilegais na Itália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 24 de junho de 2003 as 03:00, por: cdb

A onda de desembarques de imigrantes ilegais continuou durante este fim de semana no Sul da Itália, onde uma embarcação com 150 pessoas sem autorização, entre eles 20 mulheres e crianças, foi interceptada na madrugada desta segunda-feira perto da cidade de Siracusa (Sicília).

O barco foi interceptado pela Guarda de Finanças e escoltado até o Porto Palo, perto de Siracusa.

Os agentes, que efetuavam controles de imigração na região, conseguiram também identificar e prender três supostos responsáveis pela viagem dos imigrantes ilegais, que controlavam o barco.

A embarcação, de 12 metros, transportava imigrantes procedentes principalmente do Chifre da África: entre eles oriundos da Somália, Gana e Nigéria, além de paquistaneses.

As boas condições meteorológicas favorecem os desembarques em massa, quase diários, nas costas do Sul da Itália, principalmente na Sicília e na pequena ilha de Lampedusa.

A onda de imigração provocou um confronto entre os partidos que integram a coalizão do governo de centro-direita do primeiro, nistro Silvio Berlusconi, principalmente pela posição xenófoba da Liga Norte, que considera fraca a ação do governo nesse setor e pediu a renúncia do ministro do Interior, Giuseppe Pisanu.