Consórcio internacional integrado pela Petrobras vence licitação no México

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de novembro de 2003 as 04:26, por: cdb

Um consórcio internacional integrado pela brasileira Petrobras venceu na última quarta-feira a licitação para a exploração de gás natural em um bloco na Bacia de Burgos, no norte do México, revelou a petroleira Pemex.

O consórcio, também integrado pela japonesa Teikoko Oil e a mexicana D&S Petroleum ofereceu 265 milhões de dólares pela exploração do bloco, revelou a Pemex

O mesmo grupo já havia vencido a licitação para explorar o bloco de Cuervito, em 23 de outubro.

A Bacia de Burgos é uma rica jazida de gás natural não associado a outros combustíveis, situada a cerca de mil quilômetros ao norte da Cidade do México, no Estado de Nuevo León. O consórcio deve perfurar mais de 100 poços durante os próximos 15 anos de contrato, gerando uma produção de gás natural estimada em 34 milhões de pés cúbicos diários.

O México, apesar de suas grandes reservas de gás natural, importa atualmente cerca de 1 bilhão de pés cúbicos diários, a um custo que em breve atingirá os 2 bilhões de dólares, segundo cálculos da Pemex.

O consórcio assinou o chamado Contrato de Serviços Múltiplos (CSM), que prevê uma nova fórmula de associação empresarial com a Pemex para ampliar as capacidades de exploração e extração de gás e petróleo no México.

Os CSM são contratos de obra pública sobre a base de preços unitários, com a Pemex mantendo tanto a propriedade do bloco como a das obras executadas, como determina a Constituição mexicana, que estipula o monopólio estatal destes recursos.