Conselho de Juventude entrega sua pauta a secretário-geral da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de junho de 2011 as 15:45, por: cdb

O presidente do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), Gabriel Medina, participou de cerimônia com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, realizada no Palácio do Planalto, no dia 17 de junho. Na ocasião, Gabriel Medina falou sobre o protagonismo da juventude no processo de participação social e entregou a Ki-Moon uma carta contendo as prioridades desse segmento que, na opinião do Conjuve, devem receber atenção especial das Nações Unidas. Confira a íntegra do texto, anexo ao fim desta matériaO evento foi organizado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, que possibilitou o encontro de Ban Ki-Moon com o ministro Gilberto Carvalho e com representantes dos movimentos sociais.

Gabriel Medina fez uma leitura do documento que cita, entre outras questões, o enfrentamento das desigualdades, em especial, o combate à fome e à miséria no mundo; a promoção do trabalho decente para a juventude e a importância de a ONU defender um mundo mais justo e sem opressões sobre as mulheres, os negros, as pessoas com deficiências e os homossexuais. O presidente do Conjuve destacou, também, a importância de ampliar e fortalecer uma agenda global sustentável, com destaque para a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (UNCSD), ou Rio+22, com especial atenção para a participação dos (das) jovens no evento, que acontecerá no Rio de Janeiro, em junho de 2012.

O secretário Ban Ki-Moon permaneceu dois dias no Brasil, onde cumpriu uma agenda intensa, incluindo a audiência com a presidenta Dilma Rousseff. No encontro com a sociedade civil, os participantes debateram o fortalecimento da participação social na implementação de políticas públicas, estratégia bastante elogiada pelo secretário das Nações Unidas. Na ocasião, Ban Ki-Moon afirmou que os líderes da sociedade civil vêm participando cada vez mais de medidas importantes junto à ONU e que a entidade aprecia muito essas iniciativas, sobretudo aquelas voltadas para o alcance dos Objetivos do Milênio.

Ele citou, ainda, as ações pelo empoderamento das mulheres, a luta pela preservação do meio ambiente e o compromisso em relação à garantia dos direitos humanos. “Precisamos de uma parceria tripartite forte entre governos, sociedade civil e ONU. Quando essa parceria é forte, pode-se esperar que as sociedades e os países se fortaleçam e sejam capazes de aproveitar a liberdade da democracia. O papel da sociedade civil é sempre importante e eu estou aqui para ouvir suas opiniões e sugestões”, declarou. Ao final do encontro, Ban Ki-Moon agradeceu as contribuições recebidas. “Precisamos da capacidade de mobilização da sociedade civil. Vocês têm um número ilimitado de membros e podem mobilizar suas forças para que, em um futuro próximo, tenhamos um mundo melhor para todos”, concluiu.

Fonte: Conjuve
 Confira a carta entregue por Gabriel Medina a Ban Ki-Moon