Conselho de Ética deve discutir caso Renan

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de maio de 2007 as 11:49, por: cdb

O caso do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), apontado pela revista Veja como beneficiário do lobista Cláudio Gontijo, deve ser discutido no Conselho de Ética. O órgão, desativado desde fevereiro, retorma os trabalhos na próxima semana. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

O senador Jefferson Péres (PDT-AM) afirmou que será inevitável discutir o assunto. “Falta esclarecer se ele usou ou não o Cláudio Gontijo como intermediário”, disse.

O corregedor do Senado, Romeu Tuma (DEM-SP), havia marcado na quinta-feira uma sessão para próxima quarta para instalar o conselho, que está desativado desde fevereiro.

Para abrir um processo contra um senador no Conselho de Ética é necessário que um partido ou a Mesa Diretora do Senado apresentem representação.