Conselho de Direitos Humanos da ONU prepara condenação à Síria

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 07:03, por: cdb

Conselho de Direitos Humanos da ONU prepara condenação à Síria

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA, 28 Fev (Reuters) – O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas deve condenar na terça-feira a Síria por perseguir a oposição e usar armas pesadas de forma “brutal” em áreas residenciais, na sua quarta repreensão ao presidente Bashar al-Assad desde o início da rebelião contra o governo dele, há 11 meses.

O debate sobre o assunto, iniciado às 10h30 (7h30 em Brasília), foi convocado em caráter de urgência por solicitação da Turquia e de três países árabes -Catar, Kuweit e Arábia Saudita-, com apoio do Ocidente.

O Conselho, que reúne 47 países, tem autoridade moral, mas não força jurídica. Essa instância iniciou na segunda-feira sua sessão anual de quatro semanas, dias depois de investigadores da ONU acusarem altos escalões do governo e do Exército sírios de ordenarem crimes contra a humanidade, inclusive homicídios, estupros e torturas.

A proposta de resolução condena “o uso de artilharia pesada e tanques para atacar áreas residenciais… o que já levou à morte de milhares de civis inocentes”. Cita também alarme com a crise humanitária causada pela falta de alimentos, remédios e combustíveis, e pede que as agências humanitárias sejam autorizadas a entregar suprimentos vitais em áreas sitiadas, especialmente nas cidades de Homs, Deraa e Zabadani.

Um diplomata árabe disse à Reuters que a resolução deve ser aprovada por ampla maioria. “Esperamos que Rússia, Cuba e Equador votem contra. Quanto à China, não está claro”, disse ele.

China e Rússia recentemente usaram seu poder de veto para barrar uma resolução sobre a Síria no Conselho de Segurança da ONU.

Reuters