Conmebol nega pedido do Grêmio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de fevereiro de 2003 as 17:58, por: cdb

O Grêmio encaminhou um pedido à Confederação Sul-Americana de Futebol para poder substituir, ainda na primeira faz da Copa Libertadores da América, ao zagueiro Adriano, que fraturou a tíbia na partida contra o Peñarol, no último dia 18, em Montevidéu. Mas a resposta da Conmebol foi negativa e assim o clube terá que realizar os quatro jogos que ainda faltam nessa etapa da competição com um jogador a menos no grupo. Adriano só deverá retornar a jogar em seis meses.

Apesar da resposta desfavorável o Grêmio continua buscando um novo zagueiro e o nome apontado como o mais provável para vir a jogar no clube gaúcho é o de Álvaro, 25 anos, ex-São Paulo, atualmente no Las Palmas, da Espanha. O procurador do atleta, Felipe Néri, revelou que o jogador tem planos de retornar ao Brasil e que o Grêmio seria um ótimo local para retomar a caminhada rumo à concretização de um sonho: o de chegar à Seleção Brasileira.

No passado, Álvaro defendeu a Seleção Olímpica, o Atlético-MG e o São Paulo, de onde foi comprado pelo Las Palmas – da segunda divisão espanhola – por US$ 3,5 milhões. Ele teria sido indicado aos dirigentes gremistas pelo treinador Tite.

Atualmente o técnico do Tricolor enfrenta enormes dificuldades para montar a defesa da equipe, pois além de não ter Adriano, com a perna quebrada, há vários jogos não conta com o zagueiro Anderson Polga e com o ala-esquerdo Gilberto, ambos com distensão muscular.