Confira como foi o Latin X Games II

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de abril de 2003 as 17:18, por: cdb

O sol brilhou neste domingo nos Latin X Games II, onde 33.500 pessoas chegaram cedo à praia do Leme para conseguir os melhores lugares. Valeu a pena. Os dez skatistas não decepcionaram na rampa nas finais da categoria vert.

Este é o segundo ano em que se reuniram no Rio os mais de 200 atletas que lideram os esportes radicais da região, nas modalidades bike, patins inline e skate. Os atletas competiram por prêmios em dinheiro, medalhas e uma chance de qualificação para participarem da competição nos X Games em Los Angeles, EUA, em agosto. Nestes três dias de competição, mais de 66.300 fãs marcaram presença na praia do Leme.

Depois da final deste domingo do skate vert, patins inline park e vert e bike flatland e park, Neil Hendrix, Caio Baptista, Marco de Santi, Aaron Behnke e Bruce Crisman se juntarão aos outros atletas nos X Games IX.

Bike

A cidade do Rio de Janeiro realmente incorporou a competição de bike flatland, pois parte da Avenida Atlântica foi fechada para a realização desta modalidade. Trinta e cinco atletas competiram nas eliminatórias sabendo que havia dez vagas para a disputa da rodada final.

A etapa preliminar foi difícil com EUA, Brasil e Alemanha nos três primeiros lugares. Marcos Paulo de Jesus voltou aos LXG II como o campeão do ano passado. Ele conseguiu o segundo lugar na final, seguido pelo alemão Michael Steingraber. O dia foi do americano Aaron Behnke, que havia terminado a etapa preliminar em oitavo lugar. Ele também levará o convite aos X Games IX.

“Os ciclistas são muito amigáveis. Foi muito divertido estar aqui e o Rio é lindo. Irei embora com boas lembranças,” disse Behnke.

O segundo lugar foi para o canadense Nathan Penonzek, que viajou por toda América Latina este mês. “Estou maravilhado com a vista e o ciclismo do Brasil. Tem uma energia ótima entre todos os ciclistas”. O americano Matt Wilhelm, que foi para a final em primeiro lugar, pegou a medalha de bronze.

A bike vert teve uma das melhores finais da competição dos X Games. Representantes dos EUA, Espanha, Argentina e Colômbia chegaram a final. Bruce Crisman garantiu o primeiro lugar e o seu convite para os X Games IX.

A combinação de “Barspins e backflips” e duas ótimas voltas deram a Crisman a medalha de ouro. Tom Haugen e Mike Parenti chegaram ao podium com prata e bronze respectivamente. O colombiano Alejandro Caro irá se juntar a Crisman no X Games IX em agosto, pois recebeu o segundo convite.

Skate

Mais uma vez o evento estava lotado. Todos os espectadores estavam em busca de uma oportunidade de assistir a modalidade skate vert. O paulista Sandro Dias, conhecido como “Mineirinho”, roubou a cena em suas três voltas perfeitas e cheias de manobras “impossíveis”. Neil Hendrix ficou em segundo, também levando o convite aos X Games IX, de Los Angeles.

“É a primeira vez que participo de uma competição no Brasil. Tem muita energia aqui e é por isso que adoro competir com skatistas brasileiros”, disse Hendrix. Sérgio Fortunato conhecido como “Negão” levou a medalha de bronze, fazendo com que o Brasil ficasse com dois atletas no podium.

In-Line Park

O domingo foi um dia de orgulho para o Brasil, pois Carlos Pianowski e Caio Baptista conseguiram medalhas de ouro e prata, respectivamente, na modalidade inline park. Os dois patinadores fizeram a platéia levantar com suas performances perfeitas. O americano Carl Hills estava feliz por levar a medalha de bronze para casa.

In Line Vert

Três países foram representados nessas finais, mas o Brasil dominou. Marco de Santi fez pela primeira vez seu “double back-flip”, levando a medalha de ouro e o convite para os X Games. Vinicius Rosa completou a 1080 (três rotações) e uma 900(2 1/2 rotações)e meia )voltas).