Confiança da indústria tem ligeira alta em fevereiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 11:58, por: cdb
Indústria
Das 1.142 empresas consultadas, 36,7% previram aumentar a produção no trimestre fevereiro-abril e 12,6% disseram que pretendem reduzir a produção

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu ligeiramente em fevereiro, passando de 102,3 para 102,5 pontos, informou a FGV nesta quarta-feira.

O levantamento marcou o sétimo mês consecutivo em que o índice ficou abaixo da média histórica desde 2003, de 103,8 pontos, disse a FGV.

O Índice da Situação Atual (ISA) avançou 0,6%, para 103,6 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,4%, para 101,3 pontos, após quatro meses de alta.

Segundo a FGV, “a combinação de resultados sugere que a aceleração do ritmo de atividade do setor vem ocorrendo de forma lenta”.

O ISA continuou favorecido pelo indicador que avalia os estoques na indústria. A proporção de empresas que afirmaram estar com estoques excessivos, em relação às que apontaram estoques insuficientes, baixou de 5,1% em janeiro para 4,3% em fevereiro.

Por outro lado, o otimismo dos empresários para os meses seguintes diminuiu. Das 1.142 empresas consultadas, 36,7% previram aumentar a produção no trimestre fevereiro-abril e 12,6% disseram que pretendem reduzir a produção. Em janeiro, esses percentuais haviam sido de 33% e 5,7%, respectivamente.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou estável em 83,7% no mês passado, acima da média registrada desde 2003, de 83,3%.