Condoleezza Rice chega à Rússia para visita oficial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de maio de 2007 as 10:38, por: cdb

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, chega nesta segunda-feira a Moscou para uma visita de dois dias na qual abordará com autoridades russas assuntos bilaterais, sendo que em muitos deles as posições de Estados Unidos e Rússia são divergentes.

Durante a visita, serão discutidos “temas regionais, os planos dos EUA de posicionar elementos de sua defesa antimísseis na Europa Oriental, a situação em torno do tratado de Forças Armadas Convencionais na Europa (Face) e as relações bilaterais”, antecipou o porta-voz do Ministério de Exteriores russo, Mikhail Kaminin.

O diplomata ressaltou que também será abordada nas negociações a “linha proclamada pelos EUA em direção à chamada democratização de Estados soberanos”.

Na opinião de muitos comentaristas, a visita de Rice a Moscou coincide com um período de notório esfriamento nas relações entre russos e americanos.

Já às vésperas de sua viagem, Rice assinalou que Washington e Moscou diferem sobre os eventos que acontecem no espaço pós-soviético, em particular na Geórgia e na Ucrânia, e que os EUA se preocupam com a política russa no campo da energia.

Rice também manifestou a preocupação americana pela situação na própria Rússia e a concentração de poder no país.

“É difícil não chegar à conclusão de que a principal tarefa da política externa dos EUA é a de conservar e assegurar por muito tempo sua liderança nos assuntos mundiais”, disse recentemente o ministro de Assunto Exteriores russo, Serguei Lavrov.

Democracia

A Rússia rejeita as acusações de que haja um retrocesso democrático no país, que o Kremlin tenha ambições imperialistas no espaço pós-soviético, e sustenta que essas afirmações são um exemplo de concorrência desleal.

As autoridades russas mantêm sua oposição à independência do Kosovo sem a aprovação da Sérvia e sustentam que o posicionamento de elementos do escudo antimísseis americano na Europa Oriental constitui uma ameaça para a segurança da Rússia.

A atual visita da secretária de Estado a Moscou é a primeira de um alto funcionário americano a esta capital depois do famoso discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Munique (Alemanha), em fevereiro, quando criticou fortemente a política externa de Washington.

Espera-se que Rice, que se reunirá com Lavrov e outros altos funcionários russos, seja recebida pelo chefe do Kremlin.