‘Comentários de Lula sobre os EUA foram mal interpretados’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de julho de 2003 as 09:57, por: cdb

Os comentários do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a respeito do governo dos Estados Unidos, durante a Conferência da Governança Progressista, em Londres, foram mal interpretados. Segundo o ministro Celso Amorim, “o presidente quis dizer que os EUA sabem defender os seus interesses e que isso é um modelo que nós devemos fazer. Eu acho que o sentido da declaração foi plenamente claro”, explicou o chanceler brasileiro, pela manhã, em Brasília, acrescentando: “são ruídos menores dentro de um processo que está muito bem encaminhado”.

Sobre os comentários em relaçao a Cuba, de que o país é problema dos eleitores americanos, Amorim afirmou que os EUA analisam a questão relacionada à ditatura e à repressão. O chanceler declarou que a posição do governo brasileiro é clara: “somos a favor dos direitos humanos e nós reconhecemos também o que Cuba fez na área social”

A propósito da referência feita por Lula ao presidente Bush, durante a Conferência da Governança Progressista, o chanceler lembrou que o presidente brasileiro quis dizer: “temos que fazer o que os Estados Unidos fazem na defesa dos seus interesses”, concluiu.