Combates de Nasiriya foram os mais intensos até agora

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de março de 2003 as 17:13, por: cdb

Os combates travados neste domingo, na região da cidade de Nasiriya foram os mais intensos até o momento na Guerra do Iraque, disse o general John Abizaid, chefe adjunto do Comando Central das forças americanas no Catar.

Abizaid informou que, nesses combates, um número ainda não conhecido de fuzileiros morreu, e outros ficaram feridos. Foi o “confronto mais intenso” da guerra.

O anúncio foi feito em entrevista coletiva concedida nas proximidades de Doha, a capital do Catar, onde fica o quartel-general da coalizão.

Abizaid disse que participaram do combate forças iraquianas “regulares e irregulares”, mas não soube dizer se unidades da Guarda Republicana tomaram parte nos confrontos.

No entanto, ele garantiu que os “marines” ganharam a batalha com o apoio de carros de combate e aviões.

O Governo do Iraque anunciou que 25 soldados americanos morreram nesses combates, enquanto jornalistas americanos que acompanham as unidades de “marines” presentes na área também informaram sobre fortes combates e um número não determinado de baixas.

O general Abizaid disse que, também na região de Nasiriya, uma unidade de abastecimento e manutenção do Exército foi vítima de uma emboscada, houve “vários feridos” e 12 soldados americanos estão desaparecidos.

Ele afirmou ainda que as imagens da televisão iraquiana mostrando militares capturados são “uma violação” da Convenção de Genebra sobre o tratamento dispensado aos prisioneiros de guerra.

O Comando Central acha que esses 12 desaparecidos estão “sob custódia” das forças iraquianas que fizeram a emboscada, e denunciou que houve vários incidentes nos quais soldados iraquianos combateram vestidos com roupas civis.