Comandante que acusou secretário será exonerado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 21 de maio de 2003 as 11:05, por: cdb

O coronel da Polícia Militar Erir Ribeiro da Costa Filho, que acusou o secretário estadual dos Esportes Francisco de Carvalho de pedir diminuição nas ações da PM no Morro da Mangueira, foi exonerado, segundo informações do Comando Geral da PM.

Segundo o Comando, Costa Filho não está preso e deverá explicar por escrito em até 48 horas as acusações contra o secretário.

De acordo com uma reportagem publicada nesta quarta-feira no jornal O Globo, o coronel, que comandava o 4º BPM, entregou um documento a Secretaria de Segurança no qual relata um pedido de Carvalho para que a polícia diminuísse a atuação no Morro da Mangueira.

A solicitação estaria sendo feita porque os traficantes diziam se sentir “acuados” e não estariam “vendendo nada” (as palavras estão entre aspas no documento).

O secretário negou que tivesse usado essas palavras no encontro realizado no dia 14 de fevereiro. De acordo com ele, a ida ao batalhão foi para falar sobre o risco de haver vítimas de balas perdidas durante as operações feitas pela PM em horário escolar.