Com presença de Kassab, PCdoB reafirma candidatura de Netinho em São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 28 de agosto de 2011 as 06:18, por: cdb

Com presença de Kassab, PCdoB reafirma candidatura de Netinho em São Paulo

Por: Redação da Rede Brasil Atual

Publicado em 28/08/2011, 09:10

Última atualização às 09:10

Tweet

São Paulo – A Conferência Municipal do PCdoB definiu que o partido deve lançar nome próprio na disputa pela prefeitura de São Paulo em 2012. Netinho de Paula, vereador e candidato derrotado ao Senado em 2010, é o indicado pela sigla para a corrida do próximo ano.

“O PCdoB sempre teve papel importante na capital, mas sempre como coadjuvante. O partido amadureceu, eu amadureci, e sentimos que é a nossa vez”, avaliou Netinho, que nas eleições do ano passado recebeu sete milhões de votos no estado, marca que o credenciou, ao menos dentro das fileiras da sigla, a disputar a prefeitura.

Recentemente, o PCdoB fez movimentos de separação da aliança encabeçada pelo PT, de oposição à administração municipal, e passou a oferecer apoio ao prefeito Gilberto Kassab (ex-DEM, a caminho do PSD), que esteve presente à Conferência Municipal. “Vim trazer ao PCdoB o abraço da cidade de São Paulo”, disse.

Segundo o portal Vermelho, a conferência reuniu 500 participantes no auditório de uma universidade da região central. Para os integrantes da sigla, o importante foram as etapas que precederam o encontro, nas quais se reuniram em torno de seis mil militantes. Wander Geraldo, presidente do Comitê Municipal, considera que isso demonstrou a capacidade organizativa do partido. “Reiteramos a pré-candidatura do Netinho de Paula a prefeito e vamos montar uma ampla chapa de vereadores na cidade de São Paulo”, declarou.

Um dos discursos mais enfáticos a favor da candidatura de Netinho foi feito pelo deputado federal Aldo Rebelo, que recentemente passou a ser admirado pela bancada dos representantes do agronegócio na Câmara pela forte defesa que fez do afrouxamento das regras do Código Florestal brasileiro. “Precisamos valorizar nossas candidaturas. É uma contribuição à luta do povo. Do contrário para que queremos um partido, se não for para disputar as eleições?”, pontuou o parlamentar.  “Sem exclusivismo, sem sectarismo, sem negação das alianças. Mas com protagonismo. Esse é o sentido da nossa candidatura do companheiro Netinho de Paula.”

Em relação ao plano federal, o partido reafirmou a aliança com o governo de Dilma Rousseff, ao mesmo tempo em que destacou a necessidade de continuar formulando um novo projeto de desenvolvimento, que tenha como centro as reformas de base, como política, urbana, educacional e agrária. “Ao aprofundar essas reformas a ideia é que possamos caminhar cada vez mais próximos do socialismo”, afirmou Ana Martins, uma liderança da zona leste que deve se candidatar a uma vaga de vereadora em São Paulo.

Com informações do Vermelho.