Com 108 anos, morre o mais velho sobrevivente de Auschwitz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de outubro de 2012 as 08:18, por: cdb

De acordo com informação da Rádio Pública da Polônia, nesta terça-feira (23), o polonês Antoni Dobrowolski, o mais velho sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz, morreu aos 108 anos. O polonês será enterrado nesta quarta-feira (24) em sua cidade natal, Debno.

Dobrowolski foi levado a Auschwitz em junho de 1942 por dar aulas em uma escola clandestina, já que durante a ocupação nazista da Polônia os colégios para crianças polonesas estavam proibidos além do ensino fundamental.

O próprio Dobrowolski descreveu o campo de concentração de Auschwitz como um lugar “pior que o inferno”, onde as autoridades nazistas mataram mais de um milhão de pessoas, em sua maioria judeus, mas também rebeldes poloneses, religiosos, homossexuais e ciganos.

Dobrowolski passou ainda pelos campos de Gross-Rosen e Sachsenhausen, de onde foi libertado em 1945. O professor se mudou então para Debno, onde deu aulas de polonês e dirigiu escolas elementares e médias. 

Auschwitz

Cerca de 1,1 milhão de pessoas foram mortas em Auschwitz, a maioria judeus. De acordo com o museu do campo, também foram levados para o local poloneses não judeus, ciganos, prisioneiros de guerra e membros da resistência

Com agências

 

..