Coluna TV 1: Comentar futebol pela TV é enganação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 as 09:28, por: cdb

Um assunto que sempre esteve em pauta neste no ano que passou foram as transmissões esportivas, especialmente o futebol, que apesar do avanço observado no aspecto técnico, deixaram em muitos momentos a desejar especialmente pela “distância regulamentar” que os seus profissionais passaram a observar do campo de jogo.

Dia desses, num jantar, conversando com dois treinadores da ativa, Muricy Ramalho e Cabralzinho, e ainda com um campeão mundial, Rivellino, que já foi comentarista e hoje participa do “Cartão Verde” da Cultura, procurei saber a opinião deles sobre isso. Todos condenam. Entendem que não é possível a ninguém, analisar um jogo, em todos os seus detalhes, limitado a uma tela de televisão.

Um campo de futebol, cujas medidas variam um pouco, mas ficam geralmente entre 75m de largura e 110 de comprimento, é ocupado por 22 jogadores, cada um com funções definidas. Para um técnico à beira do gramado, ou um narrador e comentarista em cabines muitos metros acima, é necessário ter essa visão de tudo. Qualquer coisa diferente disso, é enganar o ouvinte ou telespecatdor.

Enfim, falar apenas sobre o movimento da bola é algo que a imagem, no entender de todos, mostra melhor que qualquer palavra.

 

TV Tudo

 

Perola acertou

 

A atriz Perola Faria acertou novo contrato com a Record. Agora um compromisso mais longo que vai até 2017.

O seu último trabalho foi em “Rebelde”.

Fátima Bernardes
Fátima Bernardes

Tudo pronto

 

Fátima Bernardes tira férias na Globo agora em janeiro, mas para isso trabalhou dobrado nos últimos dois meses na gravação dos seus programas.

O “Encontro”, durante as três semanas que ela estiver fora, continuará com edições inéditas. Nenhuma reprise.

 

 

 

Gente grande

É preciso destacar o bom ambiente de Thammy Miranda nos bastidores de “Salve Jorge”.

Por ser uma estranha ao meio, como já aconteceu com ex-BBBs no passado, era de se esperar certo distanciamento em relação aos demais artistas. Isto, no entanto, nunca aconteceu. A sua adaptação aconteceu da melhor maneira possível.

Nada decidido

 

O SBT deve realizar, em duas etapas, as mudanças na sua grade de programação neste começo de ano.

Uma agora, ainda em janeiro, e a outra entre maio e junho, na troca de “Carrossel” por “Chiquititas”. A dúvida de muito tempo permanece a mesma. Ainda não há nada decidido se ao longo de 2013 será aberto ou não um segundo horário de novelas.

 

De qualquer maneira…

Essa decisão de um segundo horário passa pela aprovação do projeto do Tiago Santiago e a sua realização através de uma produtora de fora.

Os estúdios da Anhanguera, pela própria estrutura, não têm condições de abrigar dois trabalhos da teledramaturgia simultaneamente.

 

Revirada – 1

 

A informação é que a alta direção da Rede Record está aguardando apenas a passagem do ano, para anunciar profundas mudanças na sua grade de programação.

Há o desejo de mexer com quase tudo, em particular os programas, cujos desempenhos deixam a desejar na relação custo-benefício.

 

Revirada – 2

 

A partir disso já se pode antecipar que todos os programas, que têm um centro de custo elevado, mas com pouco retorno de audiência e faturamento correm grandes riscos de ser atingidos.

Resta saber o que será deles.

 

Diferença de idade

No novo do Walther Negrão, na Globo, um dos casais da novela será formado por Daniela Escobar e Bruno Gissoni, ela alguns anos mais velha que ele.

O autor está acreditando na “química” dos dois. Em todo período de preparação, isso já começou a ser trabalhado.

 

Da melhor qualidade

Quem teve acesso ao material captado de “José – de escravo a governador”, garante que a Record está realizando um trabalho da mais alta qualidade.

Que houve um progresso importante em relação às primeiras minisséries produzidas pela mesma emissora.

Há uma expectativa bem interessante em torno da sua estreia agora em janeiro.

 

Bate – Rebate

 

·       As vinhetas de fim de ano da Globo serão apresentadas até o dia 6 de janeiro.

·       Totia Meirelles é uma atriz que valoriza os papéis que recebe.

·       Em “Salve Jorge”, agora como Wanda, está sendo novamente assim.

·       Sonia Abrão, além do filme, pretende retomar o livro sobre a vida do Rafael Ilha.

·       Está uma correria daquelas no mercado da TV paga. Nem mesmo a pausa natalina serviu de trégua.

·       A necessidade de atender as cotas da nova lei da televisão por assinatura, está levando a todos se mexer atrás de produtos.

·       O TBS, da Turner, por exemplo, fechou com a Bandeirantes a compra de alguns programas brasileiros da série “Tudo é Improviso”.

·       O “Pânico” está em férias na Band, mas já se sabe que o programa não sofrerá alterações para o ano que vem.

·       Por alterações, entenda-se, mexidas na equipe. O atual grupo será exatamente o mesmo.

·       A volta de Karina Bacchi às novelas pode acontecer neste começo do ano que está chegando. Existem interessados.

 

C´est fini

 

Nívea Stelmann faz sua estreia nos palcos de São Paulo, dia 11 de janeiro, no Teatro das Artes, com a comédia “Batalha de Arroz num ringue para dois”.

Trabalha ao lado do ator Maurício Machado.

As mudanças mais importantes na programação da Cultura devem acontecer entre os meses de março e abril. Não há nada previsto para este começo do ano.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Colaboração:   José Carlos Nery

 anunciocolunatv