Colômbia e Farc vão a Havana negociar paz duradoura

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de setembro de 2015 as 16:12, por: cdb

Por Redação, com Ansa – de Bogotá

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, anunciou nesta quarta-feira uma escala repentina em Havana, capital de Cuba, para uma reunião com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Timochenko, líder das Farc, e Santos, presidente da Colômbia, encontram-se em Havana
Timochenko, líder das Farc, e Santos, presidente da Colômbia, encontram-se em Havana

Em seu perfil no Twitter, o mandatário disse que o objetivo é acelerar as negociações para pôr fim a um conflito que já dura mais de 50 anos.

“A paz está próxima”, escreveu Santos. Essa é a primeira vez que ele viaja à ilha para participar das tratativas com o grupo guerrilheiro. Em seguida, o chefe de Estado partirá para Nova York.

O líder das Farc, Rodrigo Londoño Echeverri, o Timochenko, também já chegou a Havana para se reunir com o presidente. Fontes próximas ao governo disseram que um acordo de paz é “iminente”.

Os dois temas ainda em discussão são o modelo de justiça que se aplicaria para garantir os direitos das vítimas do conflito e a forma de desmobilização e entrega de armas da guerrilha. Bogotá e o grupo negociam desde outubro de 2012, em tratativas iniciadas na Noruega e depois transferidas para Cuba. No último dia 20 de julho, as Farc iniciaram um novo cessar-fogo unilateral para criar “condições favoráveis” para uma trégua definitiva.