COI divulga as cinco cidades candidatas a receber as Olimpíadas de 2024

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 16 de setembro de 2015 as 10:23, por: cdb

Por Redação, com Reuters – de Lausanne, Suíça/Toronto:

Los Angeles está na competição para receber sua terceira Olimpíadas, enquanto Hamburgo, Paris, Roma e Budapeste irão tentar levar o evento multiesportivo de volta à Europa, após as cinco cidades terem sido oficialmente anunciadas nesta quarta-feira como candidatas para sediar os Jogos Olímpicos de 2024.

Presidente do COI, Thomas Bach
Presidente do COI, Thomas Bach

O Comitê Olímpico Internacional (COI), que irá selecionar a candidatura vencedora em 2017, anunciou a lista final após o encerramento do prazo final de inscrições, na terça-feira.

– O COI recebe essas cinco cidades incríveis para esta forte competição – disse o presidente do COI, Thomas Bach, em teleconferência com repórteres.

Bach acrescentou que Baku, no Azerbeijão, sede da primeira edição dos Jogos Europeus em junho, também considerou concorrer e conversou com o COI antes de decidir esperar por uma possível candidatura para 2028.

Após uma campanha frustrante para os Jogos de Inverno de 2022, em que somente duas candidatas -Almati, no Cazaquistão e Pequim, a vencedora, continuaram na corrida após outras quatro cidades saíram por conta de preocupações financeiras ou falta de apoio público, o COI procura restaurar a imagem das Olimpíadas como um projeto lucrativo.

Os Jogos de 2016 serão no Rio de Janeiro, e aa Olimpíadas seguinte, em 2020, será realizado em Tóquio.

Apoio da população

O Comitê Olímpico Internacional (COI) vai realizar uma pesquisa própria para avaliar o apoio da população aos Jogos Olímpicos de 2024 em cada uma das cinco cidades candidatas a sediar o evento, disse o presidente da entidade, Thomas Bach, nesta quarta-feira.

Budapeste, Hamburgo, Los Angeles, Paris e Roma foram apresentadas oficialmente nesta quarta-feira como candidatas a sediar os Jogos, um grupo que Bach descreveu como forte e diversificado.

O COI foi abalado por uma campanha decepcionante para receber os Jogos de Inverno de 2022, depois que St Moritz/Davos, Munique e Cracóvia desistiram de lançar candidatura ou abandonaram a disputa após referendos em que a população se posicionou contra a proposta.

Para reviver o interesse, o comitê adotou uma série de reformas sob a bandeira “Agenda 2020”, destinadas a tornar mais fácil se candidatar e menos cara a realização dos Jogos Olímpicos.

– O COI quer enviar os atletas apenas a cidades onde eles sejam bem-vindos, e é por isso que o apoio público a uma candidatura é tão importante – disse Bach à agência inglesa de notícias Reuters em entrevista na sede do COI.

– Para assegurar a medição deste apoio público, o COI está fazendo suas próprias pesquisas confidenciais ao mesmo tempo em todas as cinco cidades candidatas, para que possamos obter um resultado objetivo que possamos comparar. Cabe à cidade demonstrar esse apoio.

Hamburgo é até agora a única cidade a ter planos de realizar um referendo, marcado para 29 de novembro e com a expectativa de um forte voto a favor dos Jogos.

– Congratulamo-nos com as cidades por esses resultados, mas, a fim de ter a certeza, de ser neutros, a fim de sermos objetivos, fazemos nosso próprio trabalho – disse Bach.

O dirigente afirmou que a etapa dos preparativos de candidaturas para 2024, incluindo uma chamada fase de convite em que as cidades candidatas puderam discutir sua proposta com o COI, mostrou que o novo processo tem sido um sucesso.

– Com essa agenda 2020 nós mudamos todo o procedimento para ser candidato – disse.

Pelas novas regras, as cidades candidatas também têm de cumprir os requisitos sobre antidiscriminação e direitos trabalhistas.

– O que nós queremos incentivar com os Jogos Olímpicos, e o que queremos demonstrar, é que os Jogos Olímpicos podem servir como uma espécie de exemplo para uma sociedade pacífica, sem qualquer tipo de discriminação, com uma cobertura livre pela mídia.

 

 

Toronto

Toronto não irá se candidatar aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024, disse o prefeito da maior cidade do Canadá na terça-feira, enquanto prometeu criar um grupo para assessorar sobre futuras candidaturas para grandes eventos esportivos.

Prefeito de Toronto, John Tory
Prefeito de Toronto, John Tory

Indicando um desejo de melhorar as mais prementes necessidades de infraestrutura e de transito, o prefeito de Toronto, John Tory, disse que pode ser benéfico para a cidade sediar os jogos, mas não em 2024.

– Não posso olhar as pessoas nos olhos neste momento do desenvolvimento da nossa cidade e dizer que uma candidatura olímpica é o melhor uso do nosso tempo, nossa energia e nosso investimento – disse Tory, que anunciou sua decisão no último dia do prazo para manifestar ao Comitê Olímpico Internacional interesse nos jogos de 2024, durante entrevista coletiva a jornalistas.

– Mas agora posso olhar nos olhos de meus colegas em outros níveis do governo e dizer isto: junto devemos fazer o investimento falado no contexto das Olimpíadas – acrescentou.

Apesar de rejeitar uma candidatura ao evento multiesportivo, Tory disse que irá formar um grupo de assessoria para olhar os méritos de competir por eventos internacionais no futuro, incluindo as Olimpíadas e a Copa do Mundo de futebol.