Coca-cola alia sua marca ao filme “Harry Potter e a Pedra Filosofal” apesar dos protestos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de outubro de 2001 as 14:46, por: cdb

A nova campanha milionária da Coca-Cola, que envolve o filme “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, comprou vários inimigos na área da saúde e nutrição.

O Center for Science in the Public Interest e outras organizações do gênero estão exigindo que a empresa retire das embalagens de seus produtos as imagens de Harry Potter, alegando que a campanha vai incentivar as crianças a consumirem “junk food”. O excesso de refrigerante, diz o grupo, leva à obesidade, diabetes e cáries. O Center for Science chegou a montar um site, o Saveharry.com, em que pede aos fãs para enviarem cartas a J.K. Rowling, solicitando que os royalties do acordo sejam usados para campanhas de nutrição.

– A Coca transformou Harry Potter num mago do marketing para viciar nossos filhos em refrigerantes – afirmou Gary Ruskin, diretor-executivo da campanha de alerta.

A gigante dos refrigerantes chamou os ataques ao seu acordo com Harry Potter de “sensacionalistas”.

– A única coisa que podemos fazer é continuar com o que planejamos, apoiando projetos de educação ao redor do mundo – disse o porta-voz da Coca-Cola, que patrocina projetos de estímulo à leitura. – Nossa intenção é espalhar a idéia de que ler é divertido. Temos consciência da imensa força que Harry Potter trouxe para nossas iniciativas neste campo. É nisso que queremos estar envolvidos.