CNA critica falta de hidrovias e queda nos investimentos em transporte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2011 as 10:58, por: cdb

O diretor de Infraestrutura da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), José Torres de Melo, criticou há pouco a falta de investimentos na modernização da infraestrutura de transportes do País. Ele usou como exemplo dados sobre o percentual de investimentos em transportes do Produto Interno Bruto (PIB), que caiu de 1,85% em 1975 para 0,37% em 2010.

Torres de Melo reclamou também do foco do governo no uso dos rios apenas para geração de energia e não para navegação. “Não podemos pensar só no nosso negócio quando se fala em interesse público e nacional. O planejamento integrado dos rios é uma obrigação de Estado”, reclamou.

O representante da CNA lembrou também que o transporte hidroviário é o modal mais esquecido, apesar de ser o mais barato e o que polui menos.

Melo participa do seminário Desafios da Infraestrutura Portuária, promovido pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Infraestrutura e pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O evento prossegue no auditório Nereu Ramos.

Continue acompanhando esta cobertura.

Tempo real:11:21 – País não pode depender de caminhões para transportar cargas, diz ministro10:45 – Para deputado, falta de mão-de-obra qualificada atrapalha estaleiros09:10 – Portos brasileiros são tema de seminário na CâmaraReportagem – Tiago Miranda
Edição – Juliano Pires