Clone de ovelha é empalhado na Escócia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de abril de 2003 as 09:35, por: cdb

Os restos da ovelha Dolly – primeiro mamífero adulto clonado – foram mostrados na manhã desta quarta-feira, no Festival Internacional de Ciência de Edimburgo, na Escócia.

– Dolly está com ótima aparência, sobre as quatro patas, com a cabeça levemente inclinada para o lado. Ela costumava receber muitos visitantes humanos e essa era a expressão com que costumava saudá-los – disse uma porta-voz do Museu Real de Edimburgo, onde ela está guardada atualmente.

Dolly, que nasceu em julho de 1996, foi mantida em segredo por vários meses, enquanto os criadores da ovelha clonada checavam sua evolução. Mas o anúncio de sua existência, em fevereiro de 1997, provocou choque em todo o mundo.

Dolly foi sacrificada em fevereiro, aos seis anos de idade. O resultado completo de sua autópsia deve ser divulgado no final desta semana.

A ovelha foi construída a partir de uma célula congelada retirada da glândula mamária de sua mãe, que morreu vários anos antes do nascimento de seu clone. O criador Ian Wilmut disse que escolheu o nome da ovelha inspirado em Dolly Parton, a cantora americana famosa por seus seios fartos.

O festival, que celebra os 50 anos da descoberta do DNA, será aberto totalmente ao público nesta sexta-feira.