Citi apresenta lucro e parece estar no caminho da recuperação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 19 de abril de 2010 as 12:36, por: cdb

O Citigroup apresentou, nesta segunda-feira, um lucro de US$ 4,43 bilhões no primeiro trimestre do ano, com as perdas em empréstimos ruins diminuindo. O terceiro maior banco dos Estados Unidos registrou lucro líquido de US$ 0,15 por ação, ante um prejuízo de US$ 966 milhões, ou US$ 0,18, um ano antes.

O Citigroup, há muito visto como o mais fraco entre os grandes bancos norte-americanos, parece estar se recuperando. Em março o presidente-executivo, Vikram Pandit, afirmou que o banco caminha para voltar ao lucro sustentável e que as perdas com ativos ruins podem ser administráveis se a economia não pesar. Mas, em nota nesta segunda-feira, Pandit manteve a cautela ao afirmar que o caminho de recuperação do Citigroup pode continuar espinhoso.

“Realisticamente, não esperamos que nosso desempenho siga uma tendência invariável de alta”, explicou ele, acrescentando que as perspectivas do longo prazo são “brilhantes”. As ações do Citigroup subiam 0,30%, para US$ 4,86, às 10h55 (horário de Brasília).

Até o fechamento de sexta-feira, as ações do Citi acumulavam alta de 38% no ano, superando o índice de bancos KBW Banks. Com a perspectiva de crédito melhorando, as ações de bancos, vistas como as mais arriscadas, sobressaíram-se no mercado por conta de maiores ganhos dos credores, à medida em que a economia se estabiliza. Os resultados do Citi, assim como os de outros bancos, eram influenciados por normas contábeis que direcionaram empréstimos atrelados a bônus de volta aos balanços do banco, o que impulsionou sua receita em relação a outros períodos.