Ciro volta a chamar tucano de “dragão da maldade” e nega onda de ataques a Lula

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 11 de agosto de 2002 as 14:00, por: cdb

Ciro Gomes, candidato à Presidência da República pelo PPS, negou neste domingo ser o autor dos boatos sobre a renúncia do candidato tucano à Presidência, José Serra. Ciro disse que “o dragão da maldade” é responsável por lhe atribuir a autoria do boato. O candidato negou, ainda, estar planejando uma onda de ataques a seus adversários, em especial ao petista Luiz Inácio Lula da Silva. Ele criticou setores da imprensa “que não têm o menor compromisso com a verdade. Eu não vou fazer esse jogo. Meu movimento não é contra pessoas. Não quero fechar pontes. No primeiro dia do novo governo, quem quer que ganhe vai precisar de aliados”, disse.

O ex-senador Antônio Carlos Magalhães (PFL) foi convidado para comparecer ao comício do candidato do PPS, mas desistiu. De acordo com fontes ligadas ao pefelista, ACM preferiu evitar o encontro com o senador Roberto Freire (PPS/PE), com quem vem trocando acusações desde que aderiu à candidatura de Ciro Gomes.