Cinegrafista britânico registra ataque de “fogo amigo”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 11:00, por: cdb

O bombardeio “amigo” às tropas norte-americanas e milícias aliadas curdas no norte do Iraque transformou-se em uma das cenas mais impressionantes da guerra.

John Simpson, editor de assuntos internacionais da BBC, estava com as forças americanas e curdas no norte do Iraque quando um caça F-15 bombardeou a coluna de soldados e carro de combate matando 18 e ferindo 45.

Uma das bombas caiu a poucos metros do jornalista. Ferido, Simpson manteve a câmera ligada, com a lente suja de seu próprio sangue, enquanto soldados corriam para atender os feridos.

Ao transmitir um boletim ao vivo poucos minutos após o bombardeio, Simpson mandou um soldado americano calar a boca. O jornalista pensava que o soldado queria interrompe-lo, quando na verdade o militar americano pretendia apenas avisá-lo que tinha ferido a perna e estava sangrando. Simpson não percebeu.

Os vídeos podem ser vistos acessando o site da BBC: www.bbc.com