Cientistas russos já estão na base de Alcântara para investigação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de setembro de 2003 as 20:36, por: cdb

Seis cientistas russos já estão em São José dos Campos, no interior de São Paulo, para participar das investigações sobre o acidente com o foguete VLS. Junto com oito técnicos brasileiros, eles vãos tentar descobrir o que causou o incêndio, na base de Alcântara.

Na manhã desta sexta-feira, os integrantes da Agência Aeroespacial Russa se reuniram com representantes da Aeronáutica brasileira.

As famílias dos 21 mortos no acidente em Alcântara se reuniram na tarde deste sábado, em São José dos Campos, quando foi criada oficialmente a associação das famílias vítimas do acidente, que deve acompanhar de perto as investigações e cobrar do governo os direitos sobre indenização.

A associação quer, ainda, a manutenção do emprego dos sobreviventes do projeto, no Centro Técnico Aeroespacial de São José dos Campos.

Representantes da comissão das vítimas com a nave espacial Colúmbia, da Nasa, nos EUA, teriam feito contato com o presidente da nova associação, Luiz Cláudio de Almeida. Eles devem enviar uma carta de condolências às famílias brasileiras.

A próxima reunião das famílias das vítimas de Alcântara está marcada para o dia 11 de setembro, com o ministro da Defesa, José Viegas, no Centro Técnico Aeroespacial, em São José dos Campos.