Cientistas canadenses lançam dúvida sobre vírus causador da Sars

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de maio de 2003 as 08:34, por: cdb

Cientistas do Canadá que estão estudando a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês) colocaram em dúvida qual seria o vírus que causa a doença.

Mais de 350 pessoas já morreram em decorrência da Sars em todo mundo, principalmente nos países do leste e sudeste da Ásia.

Durante uma conferência em Toronto, os pesquisadores disseram que só encontraram o coronavírus (que se acredita que cause a doença) em menos da metade dos portadores de Sars que analisaram.

Na China, as autoridades anunciaram que devem construir um novo hospital com mil leitos em apenas 20 dias para acomodar as vítimas da pneumonia atípica na província da Mongólia Interior.

O prefeito interino da capital chinesa, Pequim, admitiu que os hospitais da cidade não estão dando conta do número de infectados.

Apenas nesta quarta-feira, mas 11 pessoas teriam morrido em decorrência da doença no país.

– Só cerca de 40% das pessoas que supostamente têm Sars testam positivo para o coronavírus – disse o doutor Frank Plummer, diretor científico do Laboratório Nacional de Microbiologia do Canadá, na conferência em Toronto.

Faz duas semanas que os cientistas anunciaram ter identificado o que se acredita que é o agente causador da Sars: uma nova variedade do coronavírus, que é o mesmo vírus que causa o resfriado comum.

Na época, pesquisadores na Alemanha infectaram macacos com o vírus que haviam encontrado e descobriram que os primatas desenvolveram, depois, todos os sintomas da doença.

Segundo o correspondente da BBC em Toronto, no curto prazo, as descobertas dos cientistas não vão fazer diferença alguma para os atuais pacientes, mas são cruciais no longo prazo.

Isso porque, se ficar provado que a atual estratégia de colocar os infectados em quarentena não adianta, novos remédios e vacinas precisarão ser criados.

Para tanto, os cientistas vão precisar saber, com precisão, qual é vírus responsável pela Sars.