Cícero Lucena afirma que manterá política de cortes de gastos 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de agosto de 2011 as 10:29, por: cdb

Ao ser questionado sobre notícias de demissão de parte dos cerca de 2,5 mil funcionários terceirizados do Senado, o 1º secretário, senador Cícero Lucena (PSDB-PB), disse, nesta quinta-feira (25), após reunião da Comissão Diretora, que manterá a política de cortes de gastos que vem sendo adotada.

– Estamos cumprindo aquilo que está previsto, no sentido de buscar, sempre que necessário, a redução do quadro – disse.

Segundo Cícero Lucena, deverão ser prorrogados os contratos de funcionários terceirizados do setor de transportes até que seja finalizado o processo de licitação.

– É natural que haja preocupação quanto aos terceirizados da área de transportes, especificamente. Ainda precisa ser prorrogado o prazo [do contrato] por conta da contratação que está em fase de licitação dos serviços de transporte – explicou.

A redução, no prazo de seis meses, de 30% dos cargos terceirizados é um dos pontos do projeto (PRS 96/2009), aprovado em julho pela Subcomissão Temporária da Reforma Administrativa. A proposta – que reformula a estrutura do Senado, tendo como base o estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) – encontra-se em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Automóveis

Cícero Lucena informou ainda que o processo licitatório de contratação de uma empresa para fornecer serviços de transportes para o Senado, substituindo os atuais veículos por uma frota alugada, está em fase de análise de recursos.

– Foram dadas entradas em recursos que a comissão de licitação está analisando – assinalou.

A licitação para o aluguel dos carros foi realizada no dia 22 de julho. Por conta da desclassificação de duas empresas que participavam da licitação para a locação de veículos, foi declarada vencedora a terceira colocada na disputa, a empresa LM Transportes, Serviços e Comércio Ltda.

Rodrigo Baptista / Agência Senado