Chirac: “nada justifica uma nova resolução”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de fevereiro de 2003 as 18:27, por: cdb

O presidente francês, Jacques Chirac, afirmou hoje, segunda-feira, após conhecer o novo projeto de resolução sobre o Iraque promovido pelos Estados Unidos, que “nada justifica uma nova resolução, e é preciso seguir no âmbito da 1441”.

Chirac e o chanceler alemão, Gerhard Schroeder, realizaram uma reunião informal em um restaurante de Berlim, onde estudaram a questão do Iraque e em particular o novo projeto de resolução, assim como a alternativa proposta por Paris, Berlim e Moscou.

O presidente francês, que falou à imprensa praticamente em nome dele e Schroeder depois da reunião entre ambos, afirmou que a visão de França e Alemanha é compartilhada “pela maioria dos membros do Conselho de Segurança”.

Sobre o projeto de resolução, Chirac disse: “tomamos conhecimento dele e nada justifica essa nova resolução, não vemos sua utilidade”.

Também falou sobre a proposta alternativa da França, Alemanha e Rússia, um calendário de desarmamento que seria aplicado “programa por programa”.

O presidente francês declarou que o plano não pretende fixar prazos para o desarmamento, pois, disse, isso é algo que cabe aos inspetores da ONU.

O presidente francês concluiu dizendo que a guerra é “sempre uma solução má e dramática”.

Schroeder, por sua parte, disse que o que “diferencia esta velha Europa é que, em nossa consciência profunda, sabemos o que significa uma guerra”.