China anuncia medidas para melhorar meio ambiente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 11:38, por: cdb

A questão do meio ambiente atrai cada vez mais a atenção da sociedade chinesa. O ministro de Proteção Ambiental, Zhou Shengxian, disse recentemente que a China vai continuar aplicando uma série de medidas para aperfeiçoar a qualidade ambiental. As ações incluem a elevação do sistema de normas sobre ambiente, o estímulo à indústria de baixo consumo energético e a popularização da produção limpa e consumo verde.

Poluição do ar em Pequim, final de 2011

No final do ano passado, a capital chinesa foi afetada por uma densa névoa, que levou a um debate amplo sobre PM 2,5, padrão de avaliação da qualidade do ar. A China alterou a norma para medição da qualidade do ar, adicionando o padrão PM 2,5, que capta substâncias mais finas, consideradas mais perigosas para a saúde humana. Para o ministro Zhou Shengxian, esta é uma marca significativa.

“A publicação da nova Norma de Qualidade do Ar é uma marca, que reflete uma transformação da nossa gestão ambiental, de controle de poluição para o melhoramento ambiental. A alteração da norma dá início à transformação estratégica da China sobre a gestão de meio ambiente.”

Zhou indicou ainda que a gestão da qualidade ambiental vai promover a transformação do modelo de crescimento econômico. A China deve buscar um novo modelo de gestão, que leve em consideração o controle de poluição e o melhoramento ambiental. A tecnologia desempenha um papel importante neste processo. Nos últimos cinco anos, a China publicou mais de 500 normas de proteção ambiental. Até o momento, mais de mil e trezentas são usadas na gestão da qualidade ambiental. No entanto, ainda há muito trabalho a ser feito, como por exemplo, alteração de padrões sobre água de superfície e solo.

Além disso, o desenvolvimento da indústria de baixo consumo energético e a popularização da produção limpa e consumo verde também são prioridades do governo. Zhou Xiansheng afirmou que o país deve promover também os serviços relativos ao ambiente. No aspecto de consumo de verde, o governo vai tomar medidas diversificadas. Zhou disse:

“Devemos estabelecer um sistema de avaliação sobre consumo sustentável, poupança de energia e redução de emissões de gases poluentes. O governo deve comprar mais produtos verdes, aumentando sua contribuição no setor. Ao mesmo tempo, o país deve estimular consumos sustentáveis em áreas como publicação, educação, medicina e venda a varejo. Devemos ainda promover o consumo de produtos com certificação de proteção ambiental e produtos de impressão verde, além de popularizar o conceito de consumo sustentável.” Ainda segundo o ministro, o governo chinês fará mais investimentos na pesquisa, promoção e utilização de técnicas que têm importante papel no melhoramento ambiental.

Fonte: Rádio China Internacional

 

..