Chefe da campanha de Menem renuncia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 10:02, por: cdb

Eduardo Bauzá, que comandava a campanha do candidato presidencial argentino Carlos Menem, renunciou seu cargo dentro da nova estratégia eleitoral do ex-governante, que prometeu apresentar à sociedade uma renovada equipe de trabalho visando o segundo turno, em 18 de maio.

Fontes ligadas ao ex-governante confirmaram esta noite a demissão de Bauzá, que foi secretário-geral da Presidência e chefe do Gabinete de ministros durante boa parte da administração de uma década de Menem (1989-1999).

Sem mencionar o fato de forma explícita, a renúncia também foi confirmada por Juan Carlos Romero, governador da província de Salta e companheiro de candidatura de Menem nas eleições presidenciais argentinas de ontem, domingo.

Em declarações ao canal de televisão por cabo Todo Notícias, Romero disse que a Frente pela Lealdade, a corrente do peronismo que postula Menem para a Presidência deste país sul-americano, apresentará “caras novas” nos próximos dias para o segundo turno.

– Nos próximos dias vamos apresentar gente nova, que também não tem tanta inserção nos meios… Vamos fazem com que se façam notar, assegurou Romero ao se referir à renúncia de Eduardo Bauzá.

Romero disse que a Frente pela Lealdade “está trabalhando para fortalecer a mensagem” da fórmula presidencial e com relação a “antigas caras” que acompanharam Menem nos festejos de ontem, advertiu que sua corrente “não pode fazer um sectarismo”.