César Maia aprova lei que multa erros de português

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 19 de dezembro de 2002 as 00:43, por: cdb

O prefeito César Maia sancionou, ontem, uma lei que determina uma multa para quem escrever frases em outdoors, placas ou letreiros com erro de português, no valor de R$ 55.

O vereador Pedro Porfírio (PDT), autor do projeto de lei, disse que “a lei vai combater a impunidade gramatical e preservar a própria cultura brasileira. Os erros de português são como a mentira. Se forem muito repetidos, podem virar verdade. Já que a lei não exclui ninguém, órgãos públicos que colocarem nas ruas avisos e placas com erros também poderão ser multados”.

César Maia acredita que os erros de português não sejam detalhes meramente estéticos.

“Hoje, as propagandas em TV contribuem para a alfabetização ser considerada áudio-visual. Se na escola as crianças tiram nota baixa quando escrevem com erro de português, por que os responsáveis pelos erros veiculados em publicidade não podem ter nota baixa, o que significa pagar multa? Essa preocupação existe até mesmo nos jornais. Se é verificado que uma das milhares de palavras publicadas numa edição está errada, o jornal faz questão de corrigí-la no dia seguinte” – defendeu o prefeito.

O vereador Porfírio já pediu aos seus conhecidos que fiquem atentos e denunciem as publicidades expostas nas ruas que tiverem erros gramaticais e se propôs a ajudar também. A fiscalização nas ruas do Rio será realizada pela Secretaria Municipal de Fazenda.