Cerca de 90 mil carros deixam o Rio em direção à Região dos Lagos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de abril de 2010 as 10:48, por: cdb

Cerca de 90 mil veículos deverão cruzar a Ponte Rio-Niterói nesta sexta-feira, dia de maior movimento, em direção às cidades da Região dos Lagos e do norte fluminense para aproveitar o feriado prolongado da Semana Santa. A avaliação é da concessionária que administra a ponte e que prevê um total de 261 mil veículos cruzando a via até o domingo de Páscoa.

Neste momento, apesar do trânsito intenso os motoristas encontram poucos pontos de retenção, como na Praça dos Pedágios, no final da Ponte Rio-Niterói, e na Estrada do Contorno, que leva a Niterói-Manilha, na BR-101.

Para não causar impacto no fluxo de veículos, a concessionária seguirá uma programação especial de serviços de manutenção nas pistas. As equipes do serviço SOS Usuário Médico e Mecânico, ocuparão pontos estratégicos da ponte para agilizar os atendimentos aos usuários e evitar problemas no trânsito.

O efetivo da Polícia Rodoviária Federal na via será reforçado para o feriadão e um policial acompanhará o monitoramento das pistas por meio do circuito fechado de TV do Centro de Controle de Tráfego da Ponte. A Operação Semana Santa, que mobiliza de cerca de 800 policiais, vai fiscalizar o trânsito até a meia-noite de domingo.

Segundo a assessoria de imprensa da corporação, os agentes estarão distribuídos ao longo dos 1,6 mil quilômetros de rodovias federais que cortam o Estado.

Há previsão de chuvas esporádicas nas principais estradas, por isso a Polícia Rodoviária Federal pede cautela aos motoristas, principalmente nas estradas que levam à Região Serrana – nessas vias a visibilidade, em geral, fica prejudicada por nevoeiros.

Como as estatísticas dos últimos feriados prolongados mostram aumento no número de flagrantes de motoristas dirigindo sob efeito de álcool, a PRF realizará durante todo o feriadão operações de fiscalização com o etilômetros (aparelho para medir a quantidade de álcool ingerida pelos motoristas) em diferentes pontos das rodovias.