CERCA DE 3 MIL PESSOAS PROTESTAM EM BERLIM CONTRA VISITA DO PAPA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2011 as 14:53, por: cdb

BERLIM, 22 SET (ANSA) – Aproximadamente três mil pessoas se concentraram hoje na Postdamer Platz, no centro de Berlim, para protestar contra a visita oficial do papa Bento XVI, que tem origem alemã, ao país.
   
Entre as muitas organizações sociais que compareceram ao evento, estavam presentes associações de apoio a vítimas de abusos cometidos por sacerdotes, partidos de oposição, sindicatos e a associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT) da Alemanha, que organizou o ato.
   
O slogan da manifestação, exposto sobre um caminhão estacionado na praça, era “nenhum poder aos dogmas”. A multidão reclamava das “políticas sexistas e discriminatórias” da Igreja Católica e do discurso proferido por Joseph Ratzinger no Bundestag, Parlamento alemão, hoje.
   
A imprensa, no entanto, elogiou a exposição do Papa, que sofreu o boicote de alguns parlamentares. A revista Der Spiegel, em sua edição digital, se declarou “surpresa” pelas declarações de Ratzinger.
   
O semanário Die Zeit, por sua vez, disse que “Bento XVI adverte sobre o domínio da razão”, enquanto a Sueddeutsche Zeitung comentou sobre a vertente ecológica do líder religioso.
   
Bento XVI iniciou hoje uma viagem oficial de quatro dias à Alemanha. O Papa deve visitar, além da capital, Erfurt e Friburgo e pronunciar, ao todo, 18 discursos. (ANSA)