Cerca de 1.100 corpos são resgatados por dia na Indonésia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de janeiro de 2005 as 06:26, por: cdb

As equipes de resgate recuperam a cada dia por volta de 1.100 corpos do lodo e dos escombros das cidades devastadas na Indonésia pelo maremoto de 26 de dezembro passado, informaram, nesta terça-feira, os meios de comunicação locais.

O coronel Nachrowi assinalou à imprensa em Banda Aceh, a capital da província de Aceh, no norte da ilha de Sumatra, que por exemplo no domingo passado encontraram 1.408 mortos, sendo 1.350 só nessa cidade e os demais em outros lugares.

O militar indicou que ainda existem problemas logísticos para que a ajuda alcance a todos os lugares afetados e apontou que a estrada que percorre a costa oeste de Aceh e que liga as cidades de Banda Aceh com Calang e depois Meulaboh permanece bloqueada.

O número total de vítimas mortais na Indonésia por causa deste cataclismo é difícil de precisar e até os próprios ministérios indonésios discrepam em suas respectivas contas.

O Ministério da Saúde informou em seu último boletim de 95.952 mortos e por volta de 133.000 desaparecidos, o que deixaria em 228.000 a cifra provisória de mortos.

Os dados de Saúde sofreram mudanças bruscas na última semana sempre coincidindo com a sorte que se dava aos desaparecidos, cuja cifra começou com mais ou menos 77.000 na semana passada, depois desceu para 7.000, no último fim de semana, e agora disparou para 133.000.

Já o Ministério de Serviços Sociais só admite 110.587 mortos e 12.070 desaparecidos, embora há pouco mais de uma semana tivesse 115.000 mortos.

O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, já advertiu há duas semanas que provavelmente nunca se saberá com certeza o número exato de falecidos nesta tragédia, dada a magnitude da devastação.

A quantidade de deslocados amparados em centros de evacuados totaliza 563.879 pessoas, das quais 4.010 estão na província de Sumatra do Norte e as demais em Aceh, de acordo com as contas de Serviços Sociais.