Central reguladora reúne oferta de serviços médicos no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 8 de junho de 2015 as 14:35, por: cdb
A previsão é regular todos os leitos e especialidades médicas do Estado nesta central até o final deste ano
A previsão é regular todos os leitos e especialidades médicas do Estado nesta central até o final deste ano

O governo do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta segunda-feira uma central de regulação unificada para unir os serviços de saúde oferecidos pelas redes federal, estadual, municipais e privada vinculadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). A central vai reunir os pedidos recebidos por todas as unidades de saúde e verificar onde há vaga disponível dentro dessas redes.

Um hospital municipal, por exemplo, pode saber se há vagas para determinada especialidade em uma unidade de outra rede ou de outro município. Inicialmente, serão regulados pela central apenas os serviços de todo o Estado das especialidades de gestação de alto risco, cirurgia bariátrica, hematologia e terapia renal substitutiva. Além disso, a central vai regular o serviço de radioterapia na cidade do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

A previsão é regular todos os leitos e especialidades médicas do Estado nesta central até o final deste ano. Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, também se espera, com a central, evitar a redundância de esforços em algumas áreas e preencher vazios assistenciais em outros setores.

– Nós podemos e devemos repensar a assistência hospitalar no Rio de Janeiro, não apenas em curto prazo, mas também o papel de cada hospital em médio prazo. Isso vai ser muito positivo – disse o ministro.

De acordo com Chioro, o modelo e os procedimentos da central poderão ser replicados para outros estados e regiões brasileiras.