Censura contra ministro é rejeitada por parlamento japonês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 16 de julho de 2003 as 05:00, por: cdb

A Câmara Alta do Parlamento japonês rejeitou, nesta quarta-feira, a moção de censura apresentada na véspera pela oposição contra o ministro da Política Econômica e Setor Financeiro, Heizo Takenaka. Os 247 membros da Câmara Alta rejeitaram a moção por 137 votos a 100, precisou um responsável do Parlamento.

Dois membros do Partido Liberal Democrata (PLD), do primeiro-ministro Junichiro Koizumi, abandonaram o plenário momentos antes da votação.

Outros cinco parlamentares não compareceram e dois se abstiveram, do mesmo modo que o presidente da Câmara, que nunca participa das votações. A moção de censura foi apresentada pelo Partido Democrático do Japão, principal força de oposição, que culpa Takenada pela situação econômica do País.