Célula da Al Qaeda é descoberta às vésperas de ataques a Paris e Buxelas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de outubro de 2001 as 12:58, por: cdb

Quase um mês depois dos atentados que atingiram os Estados Unidos, uma célula terrorista da Al Qaeda foi descoberta pela polícia espanhola e um de seus prováveis integrantes detido na semana passada, de acordo com informações do jornal “Correio Braziliense”.

Segundo a polícia espanhola, foi encontrado no apartamentodo argelino Mohammed Belaziz, de 33 anos, um vídeo com 30 horas de gravação mostrando atentados praticados pela Al Qaeda – grupo liderado por Osama bin Laden – em outras regiões do mundo.

Além disso, a polícia também apreendeu desenhos que indicavam possibilidades de ataques terroristas, que poderiam ser executado por um homem-bomba ou com o seqüestro de um helicóptero e sua colisão com o prédio da embaixada.

O governo informou ainda que um especialista em computação, que integraria o grupo terrorista, receberia uma mensagem em códigos autorizando novos atentados. O principal alvo seria a Embaixada dos Estados Unidos em Paris.

Segundo a Rede norte-americana de TV ABC, três pessoas formariam o grupo de suicidas, que se preparavam para um atentado ainda mais ambicioso envolvendo outros alvos ocidentais, como o quartel-general da Otan, em Bruxelas, a sede do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, além de instalações americanas na França.

Agentes da CIA já desembarcaram em Madri para obter mais informações de Belaziz, que seria um líder nos moldes de Mohamed Atta, tido como o coordenador dos ataques do dia 11 de setembro contra os Estados Unidos.

Belaziz foi detido pela polícia espanhola no dia 26 de setembro graças à prisão de Djamel Beghal, homem de Osama bin Laden, e a conseqüente divulgação de nomes e listas de possíveis alvos ataques.