CBF cede em favor do Botafogo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de setembro de 2002 as 16:14, por: cdb

Os insucessos do Botafogo jogando em casa – tem o pior retrospecto entre os 26 clubes do Campeonato Brasileiro – fizeram com que seus dirigentes pressionassem a CBF e, com isso, arrumasse uma brecha no regulamento do Campeonato Brasileiro. A partir de agora, o Glorioso vai mandar seus jogos no Caio Martins, em Niterói. O estádio, porém, não comporta 20 mil espectadores, mínimo permitido pelo regulamento da competição.

Nesta quinta-feira, a entidade máxima do futebol brasileiro confirmou que os dois próximos jogos do Botafogo com o mando de campo, contra Ponte Preta e São Caetano, dias 2 e 5 de outubro, serão no Caio Martins.

De acordo com um laudo do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, a capacidade do estádio de Niterói é de 5.838 pessoas sentadas. Mas o presidente do clube, Mauro Ney Palmeiro, afirmou no início do mês que, se a CBF não aceitasse seu pedido, proibiria seus jogadores de entrar em campo.

“Já mandei um ofício à CBF comunicando que se não deixarem o Botafogo jogar em casa, simplesmente o time não entrará em campo. Temos estrutura suficiente para jogar no nosso estádio. Não precisamos de laudo para atestar isto”, ameaçou Mauro Ney.

Nem a redução nas taxas do Maracanã em 45%, demoveu a intenção da diretoria alvinegra de atuar no seu alçapão no Campeonato Brasileiro.

O dirigente dá como exemplo o uso do estádio Independência, onde Cruzeiro e Atlético-MG têm jogado a maioria das suas partidas na competição. Segundo Mauro Ney, o estádio comporta, no máximo, 18 mil torcedores. “Queremos direitos iguais entre os clubes”, argumentou.

CBF diz tratar de um caso excepcional

No site da CBF, a entidade procurou explicar o caso: “Em caráter excepcional, o Departamento Técnico da CBF aceitou o pedido do Botafogo para que o clube carioca mandasse os seguintes jogos no Estádio de Caio Martins, em Niterói, ao invés do Maracanã, no Rio de Janeiro. Botafogo x Ponte Preta, dia 2 de outubro, e Botafogo x São Caetano, dia 5 de outubro.

“Observação: Normalmente não seria possível indicar um estádio com capacidade de público inferior a 20.000 pagantes (Artigo 19° das Normas Especiais, da Série A/2002).

“No caso presente, entretanto, não há alternativas viáveis para o local do jogo, e considerando-se os recentes melhoramentos realizados no estádio de Caio Martins, inclusive no seu gramado, e considerando-se, ainda, a baixa expectativa de público para esses dois jogos, decidimos, em caráter excepcional, atender ao pedido do Botafogo”.