Caxias vence o Grêmio por 2 a 0

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de março de 2003 as 13:58, por: cdb

O Grêmio voltou a decepcionar o seu torcedor na manhã deste sábado. Em pleno estádio Olímpico, em Porto Alegre, o Tricolor sofreu uma derrota de 2 x 0 para o Caxias – com este resultado, a equipe porto-alegrense finalizou a sua participação no Campeonato Gaúcho na última colocação da tabela, com apenas dois pontos em seis partidas. Com oito pontos, o time da Serra ficou com a terceira posição.

O Grêmio começou o jogo pressionando bastante o seu adversário. Logo no primeiro minuto, Élton fez uma excelente tabela com Tavares e, da entrada da grande área, chutou com extrema violência, sobre o travessão. Tavares, aliás, substituiu o centroavante Christian minutos antes de a bola rolar. Este último se queixou de uma tendinite no calcanhar esquerdo e acabou sendo vetado pelo departamento médico. O time da casa atuou com um time misto, já que terá uma compromisso importante pela Copa Libertadores da América, na próxima quinta-feira.

Aos poucos, porém, o representante do interior do Estado foi se encontrando em campo. Demonstrando um grande entrosamento e uma enorme velocidade, os atacantes Janílson e Lê levavam perigo a todo instante ao gol defendido por Eduardo Martini.

Aos 26 min, em um rápido contra-ataque, Richard invadiu a área gremista e finalizou cruzado. Janílson conseguiu a antecipação em relação à zaga e apenas teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes. O goleiro adversário sequer teve chances de defesa.

O time bastante jovem do Tricolor acabou sentindo a desvantagem no placar e passou a apresentar um forte nervosismo no gramado. No banco de reservas, o treinador Tite tentou reorganizar o seu elenco, mas sem nenhum sucesso. Até o final da primeira etapa, praticamente não houve mais chances de gol.

No segundo tempo, os donos da casa foram visivelmente superiores, mas não conseguiram bater a sólida marcação do grupo orientado pelo técnico Ricardo Drubscky.

O meia-atacante Élton perdeu gols simplesmente inacreditáveis, levando o torcedor gremista à loucura, nas arquibancadas do Olímpico. Duas vezes frente à frente com o experiente goleiro Sadi, o atleta concluiu praticamente sem força.

Quase no final do confronto, mais uma vez mostrou-se correto o conhecido chavão do futebol: quem não faz, leva. Aos 29 min, o zagueiro Jairo Santos cobrou uma falta à meia altura, da intermediária. O goleiro Eduardo Martini falhou no lance e não evitou que a bola entrasse para o fundo de suas redes, no seu canto esquerdo.

O Caxias, então, passou a administrar ainda mais o resultado. O Grêmio, por sua vez, seguiu sem forças para esboçar qualquer tipo de reação.

GRÊMIO 0 X 2 CAXIAS

Grêmio:
Eduardo Martini; Renato, Luiz Fernando e Roberto; George, Emerson, Amaral, Gilberto e Douglas (Rodrigo); Tavares (Fabrício) e Élton
Técnico: Tite

Caxias:
Sadi; Cláudio, Jairo Santos, Paulo César e Ítalo (Rogério); Henrique, Matteus, Titi (Mussamba) e Helinho; Janílson (Helinho) e Lê
Técnico Ricardo Drubscky

Data: 15/3/2003 (sábado)
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Árbitro: César Pastro
Auxiliares: Willy Tisot e Edson Jablonsky
Público: 1.324 (Total)
Renda: R$ 4.231,00
Gols: Janílson, aos 26 min do primeiro tempo, e Jairo Santos, aos 29 min do segundo tempo (Caxias)
Cartões Amarelos: Élton e Roberto (Grêmio); Ítalo, Richard e Cláudio (Caxias)