Casal que tentou assassinar os filhos em Campinas está isento de pena

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 15 de outubro de 2003 as 03:05, por: cdb

O casal Sara e Alexandre Alvarenga foram considerados isentos de pena no processo que apura tentativa de duplo homicídio contra os filhos de 1 e 5 anos, ocorrida no início do ano em Campinas.
 
O resultado do laudo psicológico do casal, divulgado na última terça-feira, apontou um distúrbio psíquico, que os impossibilitou de terem consciência sobre o que estavam fazendo. Com o resultado, o casal foi considerado ininputável.

Sara Alvarenga, segundo a conclusão dos peritos, também foi vítima de uma perturbação psíquica, transitória, induzida pela de Alexandre.
 
O laudo, entretanto, não encontrou sinais de epilepsia em Alexandre Alvarenga, como alegou o advogado de defesa na época dos crimes. Os peritos realizaram exames de ressonância magnética e tomografia em Alexandre, que deram negativo para a doença.

O resultado do laudo psicológico não livra, necessariamente, Alexandre e Sara do julgamento. A decisão ficará a cargo do juiz encarregado do processo, que pode absolvê-los e aplicar uma medida de segurança, como a internação, ou convocar os jurados para que decidam se o casal deve ou não ser levado a julgamento e se devem ou não ser considerados ininputáveis.

O Ministério Público protocolou na terça-feira um pedido de prisão preventiva de Sara Alvarenga. Sara foi libertada através de habeas-corpus cerca de 1 mês após a tentativa de homicídio.