Cartola do Boca pode ser presidente da Argentina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 13 de julho de 2002 as 10:47, por: cdb

Mauricio Macri, presidente do Boca Juniors e o cartola mais prestigiado do futebol argentino, entrou no vácuo de Carlos Reutemann e pode vir a ser o novo presidente da Argentina. Mauricio é herdeiro do Grupo Macri, fundado por seu pai, que além de uma rede de supermercados na Argentina, comprou a Basilar, a Adria e o Frigorífico Chapecó, no Brasil. Eleito presidente do Boca, tirou o clube do vermelho e com uma boa organização empresarial, conseguiu até que o clube vendesse ações na Bolsa.
Nos planos de Macri estava a Prefeitura de Buenos Ayres, que ele pretendia conquistar com o apoio da Fundação Acreditar e Crescer, que ele mesmo fundou. Em Brasília, onde se encontra atualmente, Macri confessou: “Com a saída de Reutemann, temos que revisar as prioridades”. A imprensa Argentina espera que Macri anuncie sua nova prioridade nesta segunda-feira: a presidência do país.