Carlos Mesa recebe críticas da esquerda

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 5 de novembro de 2003 as 20:11, por: cdb

O presidente da Bolívia, Carlos Mesa, tornou-se alvo de duros ataques de políticos esquerdistas nesta quarta-feira, 20 dias depois de ser empossado no lugar de Gonzalo Sánchez de Lozada, dirigente derrubado por uma sangrenta revolta popular.

Mas o novo líder boliviano, um político independente que formou um governo sem partidos políticos, recebeu ao mesmo tempo o apoio de uma das figuras de maior destaque da direita do país.

Mesa foi acusado de ser “covarde” e “hipócrita” pelo deputado indígena e líder dos plantadores de coca Evo Morales, principal opositor do governo de Sánchez de Lozada, derrubado no dia 17 de outubro.

O novo presidente, eleito em 2002 como vice, assumiu o cargo após quatro semanas de violentos protestos que deixaram 81 mortos.