Candidato à presidência escapa de atentado na Colômbia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de abril de 2002 as 15:22, por: cdb

Três pessoas morreram e pelo menos 13 ficaram feridas na explosão de uma bomba que, segundo o governo colombiano, tinha como alvo o candidato favorito às eleições presidenciais, Álvaro Uribe Vélez, que escapou ileso. Autoridades colombianas afirmaram que este foi o terceiro atentado contra a vida de Uribe, candidato do movimento Primero Colombia e que está em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto para as eleições de 26 de maio. Ele viajava em uma caravana com coordenadores de sua campanha quando um ônibus que estava em seu caminho explodiu. Segundo um dos assessores de Uribe, ainda não se sabe se os mortos eram pessoas que passavam pelo local ou os responsáveis por colocar os explosivos no ônibus.

Mensagem
O ônibus estava estacionado no caminho por onde Uribe seguia em direção ao aeroporto da cidade de Barranquilla, na costa da Colômbia. Depois da explosão, o ônibus foi partido em dois. O carro que levava Uribe era blindado e foi parcialmente destruído. Uribe mandou uma mensagem a seus partidários através de uma rádio, para assegurar a seus eleitores que está bem. Ele disse que espera que os feridos na explosão se recuperem totalmente. Segundo a polícia, não há indicações sobre os autores do atentado. Uribe já foi ameaçado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).