Campeonato nacional de basquete marca despedida de Oscar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de janeiro de 2002 as 19:28, por: cdb

A 13ª edição do Campeonato Nacional Masculino de Basquete marcará a despedida do cestinha Oscar Schmidt, o “Mão Santa”, que completa 44 anos no dia 16 de fevereiro. Oscar defende o Flamengo neste domingo, contra o Mogi, em Mogi das Cruzes, às 20h30, na rodada de abertura da competição. Oscar também jogará algumas partidas oficiais com o filho, como queria, antes de deixar as quadras. Felipe Schmidt foi inscrito pelo Flamengo com a camisa 41 (o 14 do pai, ao contrário). O jovem ala-armador, de 16 anos, que defende a equipe do high school da Admiral Farragut Academy, na Flórida (EUA), vem para fazer alguns jogos na semana da Páscoa.

O Nacional promete equilíbrio entre as 17 equipes que estão na competição, mas que não tem, como nas últimas temporadas, o Vasco, bicampeão brasileiro, como favorito absoluto ao título. Quando se fala em favoritismo para o torneio, que começa domingo e segue até o final de junho, é preciso citar pelo menos dois times de São Paulo – o atual campeão paulista, COC/Ribeirão Preto, e o Tilibra/Copimax, de Bauru -, além dos cariocas Vasco e Flamengo e da Unit/Uberlândia.

O campeonato terá várias novidades, dentre elas um time que pode ser considerado “perigoso”, o Minas Tênis, uma ameaça aos favoritos. A equipe de Belo Horizonte tem um presidente amante do basquete, modernizou suas instalações e pagou R$ 200 mil para entrar na competição – sem ter obtido vaga no torneio classificatório, foi aceita porque vai pagar todas despesas de suas viagens e dos adversários. E ainda conseguiu, na última hora, reforços importantes como Demétrius, que saiu do Fluminense por causa dos salários atrasados por três meses, Tiago, Michel e Fred, todos emprestados pelo COC.

O torneio terá como novidade a transmissão por canal aberto, a TV Bandeirantes, além da SporTV – há sete edições era exibido apenas por TV por assinatura.