Campeão mundial escapa das explosões por um triz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de setembro de 2001 as 13:00, por: cdb

Ian Thorpe regressou para buscar a máquina e, nesse período, o primeiro avião seqüestrado atingiu uma das torres do edifício.

“Ele estava provavelmente a 20 minutos de lá”, disse Frank Turner, um dos empresários de Thorpe, em entrevista a uma rádio australiana. “Ele ficou abalado, pois o pior poderia ter acontecido se tivesse chegado lá”.

Thorpe, acompanhado pela esposa de outro empresário, Michelle Flaskas, viajou a Nova York para um evento de moda promovido pelo designer Giorgio Armani, o qual foi adiado.

VEJA TAMBÉM
Especial: EUA SOB ATAQUE

“Eles estão bem, mas só conseguimos entrar em contato nesta quinta-feira, por causa dos problemas nas linhas telefônicas”, contou Turner.

Com os acontecimentos, Thorpe e Flaskas decidiram ajudar os nova-iorquinos e doaram sangue.

Turner disse que Thorpe teria outro compromisso no Japão, mas poderia cancelá-lo para voltar imediatamente à Austrália.

Thorpe ganhou três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Sydney e outras seis também douradas nos campeonatos mundiais disputados neste ano no Japão.