Campanha em Nova York quer censurar cigarro no cinema

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 as 15:44, por: cdb

A luta contra as imagens de artistas fumando em cena é uma constante que afeta as produções hollywoodianas. Agora as autoridades sanitárias do Estado de Nova York lançaram uma campanha destinada a impor restrições ao acesso de menores a filmes nos quais os atores apareçam fumando.
 
A campanha inclui anúncios de página inteira em grandes jornais como o Wall Street Journal e The New York Times, e são assinados pelo comissário de Saúde do estado de Nova York, Richard Daines, dirigidos à indústria do cinema.

— A exposição ao tabaco nos filmes é o fator de influência mais poderoso sobre as crianças hoje em dia, e é responsável pela metade dos novos fumantes adolescentes —, disse Daines.

O aviso estipula, entre outras medidas, estabelecer a qualificação R – imprópria para menores de 18 anos – para filmes onde apareça gente fumando.

Obrigado por Fumar

Em 2005, Jason Reitman dirigiu o longa Obrigado por fumar, baseado no livro de Christopher Buckley,  é uma sátira sobre a indústria do fumo e das artimanhas de um lobista da área.

Ele é Nick Naylor (Aaron Eckhart), separado da mulher e muito ligado no seu filho Joey, de 12 anos. O garoto é bastante influenciado pelo pai que, ao lado da profissão que exerce, precisa se esforçar  para se tornar um bom exemplo para Joey.

A proposta contempla como únicas exceções filmes que mostrem de maneira clara e sem ambigüidades os efeitos nocivos do tabaco ou que apresentem personagens históricos fumando.