Camilla já é chamada de rainha em família

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de outubro de 2002 as 01:51, por: cdb

Um amigo de Camilla Parker Bowles disse à BBC, nesta quarta-feira, que a família dela a chama de “rainha”. O programa Panorama, da BBC1 entrevistou Nicky Haslam, amigo da família Parker Bowles, que disse que “a família a chama de rainha”, mas num tom de brincadeira. Segundo Haslam, a irmã de Camilla, Annabel, é chamada de princesa Margaret. Annabel também a chama de rainha. O simples comentário, em público, já foi suficiente para aguçar a curiosidade dos britânicos em relação ao futuro matrimonial do futuro rei, o principe Charles.

Mas ao ser perguntado se Parker Bowles estaria se preparando para o cargo, Haslam disse: “Não. Eu não acho que ela tenha muita ambição de ser rainha. Ela está feliz com a pessoa que ela ama”.

Highgrove

Camilla é considerada como um membro da família real pelos funcionários que trabalham em Highgrove (residência de campo do Príncipe Charles), diz um analista da família real.

Robert Jobson, repórter que cobre a família real, afirma que “Camilla já é a “patroa” em Highgrove. Os empregados da casa e os funcionários de Charles já a chamam de “Ma’am” (abreviação de madame, em inglês).

“Eles a tratam com deferência e não faz a menor diferença se ela se casar com o princípe Charles. Ela já faz parte da realeza”, diz.

Jobson diz que ela tem um séquito próprio, que a acompanha nos compromissos oficiais.

Recentemente Camilla visitou a Fundação Internacional de Osteoporose e Jobson observa que este foi o primeiro compromisso social público dela: “Foi significativo porque ela tinha um séquito maior do que o príncipe Andrew ou a princesa Anne teriam. Acho que foi uma surpresa para algumas pessoas”.

Queen Camilla?

O Panorama intitulado Queen Camilla?, que vai ao ar no dia 27 de outubro, também discute se a Constituição britânica e o público vão permitir algum dia o casamento entre o príncipe Charles e Camilla.

O ex-ministro Lord Armstrong, deu uma entrevista ao programa dizendo que Camilla seria uma boa rainha: “Eu acho que a Sra. Parker Bowles tem se comportado dentro da máxima discrição possível e com bom senso. Eu acho que ela poderia tornar-se uma boa rainha. Mas eu gostaria que o nome dela não fosse Camilla. Se o nome dela fosse Elizabeth ou Mary, seria muito mais fácil.”

O reverendo John Hawthorne, vigário aposentado da paróquia do Príncipe Charles, em Tetbury, Gloucestershire, acha que Charles tem que escolher entre o trono “e a mulher que ele ama, sem dúvida”.

“Espero que Charles não abdique, mas se ele continuar a viver no que a gente pode dizer em pecado, eu não gosto da expressão, mas acho que ele talvez devesse abdicar”, acrescentou o reverendo.

Anthony Holden, um dos biógrafos do príncipe, acha que ele não liga para a opinião pública: “Ele não liga a mínima a maior parte do tempo, mas acho que as pessoas em volta dele ligam”.

Uma pesquisa encomendada pelo programa afirma que dois terços dos britânicos não se importariam se Charles casasse com Camilla, mas a metade dos entrevistados não gostaria que ela se tornasse rainha.