Camelô acusado de matar policial é preso no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de dezembro de 2003 as 09:38, por: cdb

Policiais da 1º Delegacia de Polícia (Central) prenderam nesta sexta-feira o camelô Edmilson Lima Pereira, de 32 anos. Ele é acusado de matar com dois tiros de pistola o guarda municipal Marco Aurélio Ferreira dos Santos, na última quarta-feira, no Centro da cidade.

O criminoso foi identificado por meio de uma foto publicada no jornal O Globo. Os policiais detiveram o camelô em um bar na esquina das ruas Uruguaiana e Buenos Aires. Edmilson estava armado e resistiu à prisão.

O camelô afirmou ser inocente. Edmilson, porém, responde a dois processos por tentativa de homicídio e roubo e esteve foragido do sistema penitenciário.

O subchefe de Polícia Civil, delegado José Renato Torres, disse que Edmilson vai ser autuado por homicídio e tentativa de homicídio, pois também tentou atingir outro guarda ¿ André Costa Lima ¿ que sofreu apenas um corte numa das mãos.

Além disso, o camelô será acusado de porte ilegal de arma ilegal, resistência à prisão e lesão corporal. No momento da prisão, o camelô agrediu o inspetor Leandro de Almeida Francisco, que sofreu um corte na testa e teve a camisa rasgada.