Caixa Cultural promove no Rio mostra inédita de filmes sobre arte de rua

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de outubro de 2012 as 04:40, por: cdb

Paulo Virgilio
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Pela primeira vez no Brasil, as manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, que têm no grafite sua expressão mais conhecida, são tema de uma mostra de cinema. A partir de hoje (23), a Caixa Cultural no Rio apresenta Caradura – Mostra Internacional de Filmes de Arte Urbana, com uma seleção de curtas, médias e longas-metragens que retratam esse movimento artístico, presente hoje em todas as grandes cidades do mundo.

São cerca de 30 documentários, filmes experimentais e de ficção, que serão exibidos até o dia 4 de novembro, quando a primeira edição do Caradura terminará com um debate sobre a arte urbana no Brasil. Na programação, estão trabalhos de cineastas renomados, como os franceses Chris Marker e Agnés Varda, e o documentário Style Wars, premiado no Festival de Sundance, nos Estados Unidos, em 1984.

Para o curador da mostra, o chileno Pablo Aravena, a iniciativa é muito importante para fomentar a produção audiovisual sobre a arte urbana brasileira, “tão reconhecida e admirada fora do país”. Apenas dois longas – Pixo e Luz, Câmera e Pichação – e quatro curtas a serem exibidos na mostra são produções brasileiras. “A realização de filmes sobre esse tema ainda é algo muito novo no país”, afirma Aravena, produtor e curador de arte de rua que vive em Montreal, no Canadá.

As sessões da Mostra Internacional de Filmes de Arte Urbana serão de terça-feira a domingo, às 14h, 16h e 18h, com ingressos a R$ 2 e R$ 1, a meia-entrada. A Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, no centro do Rio. A programação completa do evento está disponível no site www.caixacultural.com.br.

Edição: Graça Adjuto