Bush anuncia redução de impostos para 94 milhões de americanos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 2 de outubro de 2004 as 12:11, por: cdb

O presidente dos EUA, George W. Bush, anunciou neste sábado que na próxima semana assinará a extensão de uma redução de impostos que beneficiará 94 milhões de americanos.
Todos estes cidadãos “pagarão de novo uma fatura fiscal mais baixa no próximo ano”, disse Bush em seu discurso de rádio.

São quase 150 bilhões de dólares que deixarão os cofres públicos e irão para os bolsos dos americanos. O presidente está convencido de que esta medida contribuirá para reforçar a economia do país.

Por 12 meses consecutivos “nossa economia criou empregos”, concretamente 1,7 milhão de postos de trabalho desde agosto de 2003, e a taxa de desemprego é atualmente de 5,4%, quase um ponto percentual a menos que em junho do ano passado, acrescentou.

Tudo isto foi possível, segundo o presidente, graças a propostas como a que assinará na próxima semana no estado de Iowa para estender a redução de impostos, com medidas dirigidas sobretudo à classe média americana.

A iniciativa do presidente, aprovada no fim do mês passado pelo Congresso, prevê por exemplo uma redução tributária por filho de até um máximo de US$ 1.000. Também aliviará a “multa por casamento”, que obriga alguns casais a pagar mais impostos do que quando estavam solteiros.

São “boas notícias para as famílias americanas”, disse Bush, que acrescentou que é necessário “tomar medidas adicionais para reforçar nossa economia de modo que todos os americanos que queiram trabalhar possam encontrar um emprego”.

O presidente citou a necessidade de reduzir e facilitar os trâmites burocráticos às pequenas empresas, e de o Congresso aprovar seu plano energético para que o país seja menos dependente do petróleo. No total, a redução prevista pelo governo Bush alcançam o 1,9 trilhão de dólares durante 10 anos.