Britney Spears é processada e seu restaurante vai a falência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 26 de novembro de 2002 as 01:54, por: cdb

Britney Spears foi processada por um grupo de três empresas que a acusam de ter tido lucro com o restaurante Nyla, em Nova York, sem ter investido no estabelecimento. A cantora, que deixou de pagar os credores, estaria devendo 30 mil libras (cerca de 168 mil reais) ao grupo que solicitou falência do restaurante.

O advogado Kevin Nash, que representa o grupo, afirmou que Britney conduziu o restaurante de acordo com a sua conveniência e que foi indiferente às formalidades corporativas para satisfazer suas próprias necessidades.

De acordo com o grupo, o restaurante nunca teve dinheiro suficiente para entrar no negócio.

Antes de abrir falência, o restaurante Nyla, que foi inaugurado em 27 de junho de 2002, já tinha enfrentado problemas como intoxicação alimentar de fregueses, demissões de funcionários e um cliente foi esfaqueado em frente ao restaurante depois de uma discussão que teve início dentro do Nyla.